Micro-gerência: Como parar de micro-gerenciar os funcionários? Outra pergunta do Ricardo Jordão.

Não é tão simples como parece. Sou consultor e entro em centenas de empresas onde não existe processos definidos, não existe metas construídas de forma correta, nem organograma existe... estou falando que mais de 80% das empresas vivem o cenário que descrevi acima. A pergunta é: "Como não microgerenciar pessoas em um ambiente assim?"
De um lado a gestão quer o resultado, do outro, o funcionário não sabe nem por onde começar, pois as coisas não estão claras.
Neste cenário o gestor se sente tão ansioso que não consegue ver outra alternativa a não ser ficar em cima dos funcionários. Esse tipo de gestor se orgulha de dizer" "Quando não estou no escritório as coisas não andam. Não posso nem tirar férias."


Ter esse tipo de discurso só prova uma coisa: INCOMPETENTE NA LIDERANÇA.


O líder deve primeiramente deixar TODOS OS PROCESSOS de sua empresa muito bem descritos e simplificados. Todos na empresa devem entender como acontece uma entrada e uma saída (leia Gerenciamento da Rotina do Falconi para entender).
A não definição dos processos promove com o tempo confusão e falta de foco na alavancagem de vendas, pois as pessoas vão estar preocupadas em resolver problemas.
Junto com os processos o líder deve ir desenhando o organograma, o que mostra para todos onde eles se encontram na empresa e quem é responsável por "o que".


Depois vem a criação de metas e indicadores. Os indicadores é que vão gerenciar as pessoas. Mais de 95% das pessoas que conheço nas empresas não tem VISÃO SISTÊMICA. Essa competência te da a habilidade de ver "o todo". De perceber onde você deve focar sua energia e ter mais resultado. Para chegar nesse nível TODOS OS FUNCIONÁRIOS devem ser feras na criação de plano de ação (como manda o mestre Falconi, não como todo idiota faz).


Se seu funcionário entende que ele tem uma meta clara, indicadores, processos e plano de ação criado por ele mesmo, as coisas ficam possíveis.


Faça reuniões semanais de 30 minutos com o funcionários perguntando 2 coisas:
1 - "O que você fez semana passada para atingir os indicadores e a meta?"
2 - "O que você vai fazer na próxima semana que contribuirá muito para atingir os indicadores e a meta?"
Micro-gerenciamento é um câncer para toda organização.
Boa Sorte nas mudanças !!!!
Abraços
@wendellcarvalho



2 comentários:

Rodolfo Vaz disse...

Parabéns pelo texto Weldell,
concordo 100% com ele. O melhor líder, para mim, é aquele que é dispensável na equipe, tendo em vista que fez um bom trabalho e a equipe consegue caminhar sem ele. Entretanto, justamente por isso, tal líder é indispensável.

Wendell Carvalho disse...

Grande Rodolfo Vaz, obrigado por comentar.

Postar um comentário

Navegação